"Para muitos cristãos, a Bíblia é como licença de software: eles não lêem, mas clicam em 'Concordo' no final".
(@almightygod)

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

As "Melôs" Evangélicas

 * Por Eliel Vieira


Melô da Floresta suícida
“Vem me incendiáááár…”
(“Ele vem” – Judson de Oliveira)

Melô do Cigarro
“Acende o fogo em mim…”

(“Ascende o fogo em mim” – David Quilan)

Melô do Marido Psicopata
“Incendeia Senhor a sua noiva…”

(“Ele vem” – Judson de Oliveira)

Melô do Cardio-Oculista
“Abra os olhos do meu coração…”

(“Abra os olhos do meu coração” – David Quilan)

Melô do Índio
“Faz Choooveeeeeerrrr…”

(“Faz Chover” – Fernandinho)

Melô do Maratonista
“Estou correndo, correndo, correndo pra ti…”

(“Correndo” – David Quilan)

Melô do Pote
“Enche-me de ti…”
(“Enche-me de Ti” – Nívea Soares)

Melô da Privada
“Águas que correm do trono…”

(“Águas que correm do trono” – Diante do Trono)

Melô do Invejoso
“Dá-me um coração igual ao teu…”

(“Coração igual ao Teu” – Diante do Trono)

Melô da Endoscopia
“Se tu olhares Senhor, pra dentro de mim…”

(“Coração igual ao Teu” – Diante do Trono)

Melô do Bêbado
“Whisky confiam no Senhor…”

(“Os que confiam no Senhor” – Marcos Góes)

Melô do Exame de Próstata
“Apenas um toque… apenas um toque… as lágrimas rolam, as mãos se levantam…”

(“Apenas um toque” – Fernanda Brum)

Melô do Nhonho
“Como um farol que brilha a noite… Como ponte sobre as águas… Como abrigo no deserto… Como flecha que acerta o alvo…”
(“Sonda-me, usa-me” – Aline Barros)

Melo da Prisão de Ventre
“Preciso me esvaziar de mim… preciso me esvaziar…”

(“Me esvaziar” – Nívea Soares)

Melô do Despertador:
O tempo de cantar chegou, o tempo de dançar chegou…”
(“Ele vem” – Judson de Oliveira)

Melô do Incrível Hulk
“E ele vem, ele vem saltando pelos montes…”

(“Ele vem” – Judson de Oliveira)

Melô do Gandalf
“E seus cabelos… seus cabelos são brancos como a neve…”
(“Ele vem” – Judson de Oliveira)

Melô do Ciclope
“E nos Seus olhos, e nos Seus olhos Há fogo…”

(“Ele vem” – Judson de Oliveira)

Melô do Nordestino
“Faz chover, Senhor Jesus, derrama chuva nesse lugar… faz chuver…”

(“Faz chover” – Fernandinho)

Melô da Degustação
“Cada vez que a minha fé é provada…”

(“Rompendo em fé” – Comunidade Zona Sul)

Melô da Casada na TPM
“Dá-me filhos, dá-me filhos, dá-me filhos senão morro!”
(“Dá-me filhos” – Fernanda Brum)

Melô do Fofoqueiro
“Não vou calar meus lábios…”

(“Não vou calar meus lábios” – Marcos Goés)

Melô do Gato Batista
“Então Minhaaaauuuuuuuma canta a ti Senhor…”

(“Grandioso és tu” – Desconhecido)

Melô da Academia
“Para direita, para esquerda, na minha frente e para trás…”

(“Toda sorte de bençãos” – Toque no Altar)

Melô da Mulher Encalhada
“Hoje meu milagre vai chegar…”

(“Milagres” – Andre Valadão)

Melô do Professor Giralafes
“Grande… é o senhor…”

(“Grande é o senhor” – Adhemar de Campos)

Melô do Saci
“Saci a me, Saci a me…”

(“Sacia-me” – Toque no Altar)

Melô da Kelly key
“A Kelly Key está feliz, diga amémmmm…”

(“Aquele que está feliz diga amém” – Comunidade de Nilópolis)

Melô da Pizza
“Pizza, pizza, no inimigo…”

(“Pisa no inimigo” – Voices)

Melô do Ladrão
“Eu me rendo, eu me rendo, eu me rendo a ti…”

(“Eu me rendo” – Antônio Cirilo)
Melô do Taxi
“Leva-me até aquele lugar…”

(“Leva-me até aquele lugar” – Diante do Trono)
Melô do perdido
“O que fazer… pra onde ir…?”

(“Abro mão” – Toque no Altar)
Melô do Aidético
“Estou, enfermo de ‘amor’…”

(“Enfermo de amor” – Toque no Altar)

Melô do Transplante Cardíaco
“Recebi um novo coração do pai…”

(“Recebi um novo coração” – Frutos do Espírito)

Melô do Atrasado
“Quando eu cheguei aqui meu Senhor já estava…”

(“Meu Senhor já estava” – J. Neto)

Melô do Astronauta
“Eu quero ir mais alto, preciso ir, bem mais altôôôô…”

(“Mais alto” – Fernandinho)

Melô de quem tampa os ouvidos com sandálias
“Quero ouvir tua voz… as sandálias eu já tirei…”

(“Bendito eu serei” – Toque no altar)

Melô da criancinha que não sabe atravessar a rua sozinha
“Segura nas mãos Deus…”

(“Segura nas mãos de Deus” – Desconhecido)

Melô da pessoa que acorda de madrugada com vontade de vômitar
“Eu me prostro, diante do trono…”

(“Diante do Trono” – Diante do Trono)

Melô da Boca de Fumo
“No santo dos santos, a fumaça me esconde…”

(“Tua graça me basta” – Toque no Altar)

Melô do Palhaço de Festa Infantil
“Tens transformado meu pranto em festa, tens transformado minha tristeza em alegria…”

(“Tens transformado” – David Quilan)

Melô do Peão
“Abro os olhos sobre o mesmo teto todo dia, tudo outra vez. Acordo, um tapa no relógio a mente ta vazia, são 5:50″

(“5:50″ – Resgate)

Melô da Tiete
“Olha pra mim. Senhor… pois eu preciso do teu olhar… Eu farei o que for preciso, para te ver…”

(“Olha para mim” – Toque no Altar)

Melô do Big Brother
“Sei que teus olhos, sempre atentos permanecem em mim…”

(“Deus de promessas” – Toque no Altar)

Melô do Imposto de Renda
“Restitui… eu quero de volta o que é meu…”

(“Restitui” – Toque no Altar)

Melô do viciado em fumar roupas
“Trago minhas vestes minha coroa…”

(“Não tenho outro bem além de Ti” – Toque no Altar)

Melô da Correspondência
“Mas quem vai apagar, o selo que há mim?…”

(“Marca da promessa” – Trazendo a Arca)

Melô da Pedicure
“Perto quero estar… junto aos seus pés…”

(“Te Louvarei” – Toque no Altar)

Melô do Ladrão que Rouba Ladrão
“Eu fui no terreno do inimigo e eu, tomei tudo o que me roubou”

(“Debaixo do meu pé” – Comunidade Zona Sul)

Melô do Rio Tietê elevado a -1
“Há um rio cujas águas são limpas…”

(“Há um Rio” – Fernandinho)

Melô do Mergulhador Penetra
“Eu vou mergulhar… nos teus rios… eu vou mergulhar… nas tuas fontes…”

(“Há um Rio” – Fernandinho)

Melô do Ciclo da Água
“É o som do nosso louvor… sobe aos céus como um vapor… e se condensa na nuvem de glória…”

(“Chuva de Avivamento” – Alda Célia)


Melô do Endividado
“Não posso pagaaaaarrr… Não posso pagaaaaar… Tudo o que eu faço é tão pouco…”
(“Não posso pagar” – Andre Valadão)

Melô do Estetoscópio
“Ensina-me a sentir Teu coração…”
(“Abraça-me” – Andre Valadão)

Melô do Mochileiro
“Ontem deixou sua casa e saiu pelo mundo…”

(“Portas abertas” – Logos)

Melô do Juiz no jogo do Curintia
“O senhor ‘estendeu suas mãos’ para mim e me deu a vitória…”

(“Quem pode livrar?” – koynonia)


Um comentário:

Rose disse...

Obrigado por fazer a gente rir muiiiito....